Nossos Sapatos

Projeto contemplado com o Edital de Fomento à Dança de 2012
Núcleo de Pesquisa Mercearia de Ideias,
Estreia Teatro do MuBE, julho 2013
São Paulo - São Paulo
Foto: Clarissa Lambert

Sempre acreditando na potência do movimento, buscando compreender e refinar a relação entre ação e sensação, motricidade e significado - no seu sentido mais amplo - este trabalho lida com um assunto que parece ser comum a todos: a ausência e a saudade.

A vida é o combustível das nossas reflexões e as várias relações pessoais com o tema serviram de insumo para grande parte do trabalho, seja na dramaturgia, seja na preparação do corpo. Ou da alma.

Certas experiências particulares guardam em si a semente do universal, e por isso transbordam esse universo privado e tornam-se histórias compartilhadas no inconsciente de todos nós.

A articulação que existe entre arte e vida faz com que possamos, através do espetáculo, pensar a nossa própria finitude, a efemeridade da vida, ou simplesmente a reorganização das nossas prioridades. É fato que a proximidade da morte nos faz perceber a vida sob uma outra ótica, muitas vezes mais lúcida e acertada.

O processo de reflexão deu-se a partir da leitura do livro de Elisabeth Kubler-Ross, Sobre a Morte e o Morrer, onde a autora desenvolve o que mais tarde se tornou conhecido como as fases do luto: negação, ira, barganha, depressão e aceitação.

 

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus